Prefeitura de SP vai definir plano de vistoria a ocupações nesta quarta


Secretarias devem se reunir hoje com movimentos sociais para organizar vistorias a 70 ocupações

Priscila Mengue - O Estado de S.Paulo

Resultado de imagem para edifício mauá
Edifício Mauá, que hoje abriga mais de 200 famílias sem-teto, já foi instalação de um hotel

A Prefeitura organiza uma reunião para a tarde desta quarta-feira, 2, para determinar o plano de vistoria de 70 ocupações da cidade. Segundo o secretário municipal de Habitação, Fernando Chucre, todos os movimentos de moradia foram convidados a participar. 

Chucre afirmou que as vistorias devem reunir equipes técnicas da Secretaria de Habitação, Defesa Civil e Corpo de Bombeiros, além de representantes dos movimentos. "Usando esse número de 70 ocupações como referência, provavelmente grande parte tenha situações parecidas como essa, no sentido de divisórias de madeira ou de material inflável e sem equipamento de incêndio", aponta.

Segundo ele, cada vistoria precisará ser planejada individualmente, pois envolve tanto prédios públicos quanto privados. "Tem essa questão de edifícios particulares que estão com reintegração de posse, que estão judicializados. A gente vai precisar ver caso a caso", afirma. 

Dentre os primeiros a serem visitados, estarão os que já são públicos ou que já tem algum tipo de gestão realizada pela Prefeitura, tais como Edifício Mauá e outros prédios na Avenida São João, todos no centro.

O secretário ressaltou que 160 mil famílias estão na lista por moradia na cidade. Ele apontou que a Prefeitura está em contato com o movimento de luta por moradia que ocupava o prédio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário