Em Florianópolis, Geraldo Alckmin diz que Brasil precisa de gestão eficiente para superar os anos de populismo do PT


Em auditório lotado na Capital de Santa Catarina, governador de São Paulo falou dos desafios do país e elogiou modelo catarinense. Presidente nacional do ITV, senador José Aníbal, e principais lideranças tucanas do Estado também participaram do evento


O Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, disse hoje, durante encontro do PSDB em Florianópolis, que os tucanos estão prontos para voltar a governar o país e a recolocá-lo em posição destacada no cenário internacional. Estrela do encontro, ao lado do senador paulista e presidente do Instituto Teotônio Vilela (ITV), José Aníbal, Alckmin falou dos desafios do país nos próximos anos e elogiou Santa Catarina. “É um estado singular, de economia diversificada e eficiente, sabe jogar o jogo do século 21. O Brasil tem muito aprender com os catarinenses”, declarou Alckmin.

Com mais de 500 lideranças de todo o Estado lotando o Auditório Antonieta de Barros, na Assembleia Legislativa de Santa Catarina, o governador do maior estado brasileiro disse que o segredo de uma boa gestão (ele governa SP pela quarta vez, e o PSDB comanda o Estado há 24 anos), é a busca pela eficiência a todo instante. “O Brasil passa por momentos de extrema dificuldade, os anos de governo populista do PT foram um desastre que se reflete no que temos hoje: economia retraída e 14 milhões de desempregados. Eficiência da máquina pública é a palavra-chave para esse quadro ser revertido”, disse Alckmin, aplaudido de pé.

O governador paulista foi recebido pelo presidente estadual do PSDB, Deputado Marcos Vieira, pelos senadores Paulo Bauer e Dalirio Beber, pelo deputado federal Marco Tebaldi, pelos deputados estaduais Leonel Pavan, Serafim Venzon e Mário Marcondes, pelos prefeitos de Blumenau, Napoleão Bernardes, de Criciúma, Clésio Salvaro, e pelo vice-prefeito da Capital, João Batista Nunes, além do deputado e chefe da Casa Civil do Estado de São Paulo, Samuel Moreira. Na plateia ainda estavam dezenas de prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e lideranças do PSDB de todo o Estado.

Alckmin foi saudado como pré-candidato à presidência inclusive por lideranças empresariais e de outras siglas presentes ao evento, como o governador em exercício Eduardo Pinho Moreira, o senador Dário Berger, os deputados federais Mauro Mariani e Esperidião Amin e a ex-prefeita da Capital Ângela Amin.

Diante de todo apoio, Alckmin disse que, se for a vontade do PSDB, será, sim, candidato em 2018. “Fala-se muito em mudança, em novidade. Pra mim esse conceito está muito claro, a população aprendeu o que é bom e o que não é. Novo independe de idade ou de experiência, em política novo significa, sobretudo, a vontade de fazer melhor do que foi feito até hoje”, completou Alckmin.

O Senador José Aníbal também fez uma análise do cenário político brasileiro das últimas décadas e mostrou que as ideias defendidas historicamente pelo PSDB estavam, e continuam a estar, de acordo com o que é exigido pela população. “O povo brasileiro reconhece nas gestões do PSDB um porto seguro, e certamente diante de tido que passou o país nos últimos anos, é hora de voltar a buscar a segurança de um governo eficiente e comprometido com os desafios do país”, afirmou José Aníbal.

O senador Dalirio Beber elogiou o governador paulista e disse que o currículo de Alckmin e suas realizações à frente do principal estado da nação, com economia maior que a de muitos países, já o colocam naturalmente como postulante ao Palácio do Planalto. “O PSDB tem em seus quadros nomes preparados para governar o país nesse momento difícil, e o governador Geraldo Alckmin certamente é um desses principais nomes”, disse Dalirio Beber.

O senador Paulo Bauer fez elogios à trajetória de Alckmin e lembrou que ele enfrentou uma eleição muito difícil em 2006, e conquistou um resultado excepcional. “Naquela época ele já mostrou ser o mais preparado, agora o cenário é completamente diferente e não tenho dúvidas que o resultado também será diferente”, completou Paulo Bauer.

Anfitrião do encontro, o presidente do PSDB SC, Deputado Marcos Vieira, disse que as palestras feitas pelas lideranças nacionais oxigenam ainda mais o partido no Estado, que já está unido e trabalhando por um objetivo definido. “O governador Alckmin é um exemplo para qualquer gestor público. Governa há quase 20 anos a locomotiva da nação que é São Paulo, e sempre com índices de aprovação elevados. Nós do PSDB catarinense nos espelhamos nestes exemplos, Santa Catarina votou maciçamente em Alckmin em 2006, e tenho absoluta convicção que repetirá isso, e até aumentará, caso ele seja o candidato em 2018”, finalizou o Deputado Marcos Vieira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário