Governador Geraldo Alckmin libera investimento para construção de moradias na Capital


Anúncio foi realizado após reunião com o Prefeito João Dória, secretários estaduais e municipais, no Palácio dos Bandeirantes


O governador Geraldo Alckmin anunciou investimento estadual de R$ 42,5 milhões para a construção de seis conjuntos habitacionais na capital paulista, totalizando 1.951 novas moradias, por meio dos programas Casa Paulista e Minha Casa Minha Vida. Os empreendimentos serão construídos em parceria com a Prefeitura de São Paulo, que cedeu os terrenos e fará aporte de R$ 19,5 milhões. O anúncio foi feito após a reunião do governador e do prefeito João Dória no Palácio dos Bandeirantes, com os secretários estaduais e municipais. 

“Nós tivemos uma reunião de trabalho muito proveitosa. Assinamos a liberação dos R$ 42,5 milhões para o Casa Paulista, e o município entra com os terrenos e mais R$ 19,5 milhões dos elevadores”, informou o governador.

Os novos conjuntos habitacionais estão localizados nas zonas norte e leste da capital: o Residencial Cícero Canuto, em Aricanduva, terá 300 unidades; o Araçarana, no Itaim Paulista, 468 moradias; ainda no Itaim Paulista, será construído o Academia – Terreno A, com mais 194 unidades. O Residencial Campo das Pitangueiras, na Ponte Rasa, terá 89 moradias; o Residencial Augusto Amaral, na Brasilândia, 300 unidades; e em Lajeado, serão construídos os conjuntos São Carlos A e B, com total de 600 novas moradias. 

O investimento do Governo do Estado é a fundo perdido – ou seja, os futuros proprietários terão parte do valor de suas novas moradias paga pelo Estado. No total, os empreendimentos terão investimento de R$ 257 milhões. Dentro de 60 dias, a Caixa Econômica Federal deverá fazer as contratações necessárias para o início das obras.


Outros projetos – Durante a reunião, governador, prefeito e secretários trataram também de outras parcerias que estão em andamento entre as gestões. Na área de Educação, o Estado está investindo R$ 45 milhões na construção de novas creches na Capital. As creches serão instaladas conforme a demanda por matrículas em diferentes regiões da cidade.

No ensino superior, a parceria permite que alunos dos cursos superiores à distância oferecidos pela Univesp (Universidade Virtual do Estado de São Paulo) ofereça assistência presencial de tutores nas unidades dos CEUs da Capital. No semestre passado, eram 19 CEUs envolvidos na parceria. Para o próximo semestre, o número será ampliado para 33. Realizado no dia 23 de julho, o vestibular da Univesp teve 80 mil inscritos – os resultados serão divulgados no dia 8 de agosto.

Na área do meio ambiente, o Estado incluiu cinco Unidades de Conservação Municipais no Programa Nascentes, que promove restauração ecológica em áreas degradadas. O Estado vai produzir mais de 100 mil mudas de árvores que serão plantadas nos parques Jaceguava, Itaim, Varginha, Bororé e Fazenda do Carmo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário