Governador Geraldo Alckmin concorda "em gênero, número e grau" com FHC sobre impeachment



O governador Geraldo Alckmin (PSDB) disse na manhã deste domingo (20) concordar "em número, gênero e grau" com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que defendeu o impeachment da presidente Dilma Rousseff, em entrevista ao jornal "O Estado de S. Paulo".

"Precisamos virar a página. É preciso retomar a esperança, o emprego, o desenvolvimento, o investimento. É isso que interessa", afirmou o governador depois de votar no segundo turno das prévias do PSDB que escolherá o candidato do partido à Prefeitura de São Paulo.

Segundo Alckmin, as manifestações do último dia 13 a favor do impeachment de Dilma mostram que o "povo vai à rua para defender as instituições que foram vilipendiadas".

Para o governador, o país sairá "mais fortalecido" de "todo esse triste momento que está vivendo", mas não há, no entanto, "passe de mágica" para sair da crise política e econômica.

"O primeiro passo é a confiança e ação. Hoje em dia se você não agir, você vai para trás na competitividade. O Brasil não pode adiar mais reformas estruturantes, medidas econômicas necessárias. Para tudo isso precisa ter ação e não inação", disse.

Fonte: Thais Arbex - Folha.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário