Dona da agência Pepper recebeu mais de R$ 6 milhões de caixa 2 na campanha de Dilma em 2010


Danielle Fontelles, Jeferson Monteiro e Dilma

Em depoimento ao Ministério Público Federal, a proprietária da agência Pepper Interativa, a publicitária Danielle Fontelles, confirmou que recebeu mais de R$ 6 milhões de maneira ilegal para prestar serviços à campanha da presidente Dilma Rousseff em 2010. Dabielle fez um acordo de delação premiada, de acordo com o jornal Folha de S. Paulo.

De acordo com ela, todos os recursos foram pagos pela empreiteira Andrade Gutierrez em um contrato assinado em janeiro de 2010. Segundo Danielle, o dinheiro foi usado não só para prestar serviços, mas como para o pagamento de funcionários do comitê de campanha de Dilma.

A Pepper interativa ainda recebeu R$ 6,4 milhões de maneira oficial da campanha de Dilma. A delação de Danielle confirma acusações feitas por executivos da Andrade Gutierrez. O intermediário nas negociações é o hoje governador Fernando Pimentel.

A Pepper Interativa é responsável pelo contrato com Jeferson Monteiro, o criador do perfil Dilma Bolada no Facebook. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário