Paulo Henrique Amorim condenado a prisão ofensa a diretor da Globo


UOL


Apresentador do "Domingo Espetacular", da Record, Paulo Henrique Amorim foi condenado nesta sexta (29) a cinco meses e dez dias de prisão por ofender o diretor de jornalismo da Globo, Ali Kamel.

O desembargador Edison Brandão avaliou que Amorim está em "empreitada" contra a honra do jornalista. Segundo ele, a vontade de cometer o crime "salta nítido nos autos, ficando clara a intenção em macular a honra de Ali Kamel".

Em seu blog, o Conversa Afiada, Amorim acusou Ali Kamel de racismo por conta de livro escrito sobre o tema e o classificou de "trevoso" –uma pessoa horrível, medonha.

Para o desembargador, o apresentador "poderia exercer seu direito à crítica sem emprego de palavras demeritórias e pejorativas". Ainda cabe recurso da decisão, e Paulo Henrique Amorim deverá recorrer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário