Mesmo preso, Marcelo Odebrecht integra conselho que assessora Dilma


Nome do empresário ainda aparece no Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia

NONATO VIEGAS - ÉPOCA


Apesar de preso em Curitiba na Lava Jato, o empresário Marcelo Odebrecht ainda aparece como integrante do Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia, órgão de assessoramento da presidente Dilma Rousseff em assuntos do setor. Aliás, foi Dilma quem o nomeou. Como as reuniões são raríssimas, a última ocorreu em junho do ano passado, ninguém ainda sentiu sua falta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário