Senador José Serra defende o voto distrital misto


Senador diz que sistema defendido pelo PSDB diminui número de candidatos, barateia campanhas e garante representatividade

GABRIEL CARIELLO - O GLOBO

Resultado de imagem para JOSÉ SERRA
O senador José Serra (PSDB-SP) 

O PSDB concorda com o sistema distritão?
A proposta do PSDB é o distrital misto e, em seguida, o parlamentarismo, para implantar mais adiante. O distritão não é proposta nossa, mas de líderes que consideram que a eleição no ano que vem, nas regras atuais, é inviável porque exige chapas com muito candidatos e maximiza despesas. Não sou partidário do distritão, mas entendo que, na transição para o distrital misto, pode ser uma saída.

Por que o senhor considera o distrital misto adequado?
Ele vai mudar o país. Campanha para deputado hoje é caríssima, tem um número imenso de candidatos, e as ideias não prevalecem mais. A representatividade eleitoral fica lá embaixo. A proposta de distrital misto contorna esses problemas e barateia muito (as campanhas). O custo para eleição de deputado estadual e federal vai cair cinco vezes.

O sistema prejudica candidatos desconhecidos ou representantes de minorias?
De jeito nenhum, porque o eleitor vota num distrito, escolhe um deputado e um partido. E o número de candidatos eleitos depende da votação global do partido. Como tem voto em lista, a minoria vai estar representada. O voto distrital puro poderia prejudicar, sim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário