Suplente de vereador do PT presa em flagrante é a 1ª multada por lei antipichação de Doria


Resultado de imagem para Maira Pinheiro

O primeiro flagrante com base na lei antipichação da gestão de Doria (PSDB) aconteceu na madrugada deste sábado (4), por volta das 3h30, quando uma estudante de direito pichava o muro de um estacionamento no centro de São Paulo.

Maira Machado Frota Pinheiro, que chegou a ser candidata a vereadora em São Paulo, será a primeira pessoa a ter de pagar a multa de R$ 5.000, penalidade instituída por projeto encampado pela base de Doria, aprovado na Câmara Municipal e sancionado pelo prefeito tucano na segunda-feira (20). A jovem estuda direito na USP e recebeu 1.294 votos nas últimas eleições.

Além da multa, a estudante pode ter de responder criminalmente pelo ato de vandalismo. No entanto, caso firme um Termo de Compromisso de Reparação da Paisagem Urbana, que prevê reparação do bem pichado ou prestação de serviço em outra atividade de zeladoria urbana, ela pode se livrar da multa.

Fonte: Folha.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário