Governador Geraldo Alckmin entrega novo trem com vagão contínuo e ar-condicionado à linha mais extensa da CPTM


É o sétimo trem entregue à Linha 7-Rubi; no dia 11 de fevereiro, o Expresso Turístico-Mogi terá banda tocando marchinhas de Carnaval


O governador Geraldo Alckmin entregou nesta quinta-feira, 2, mais um novo trem para a Linha 7-Rubi (Luz - Francisco Morato - Jundiaí). Essa é a nona composição do lote de 65 unidades encomendadas para entrar em operação. Já foram entregues dois trens para o serviço Expresso Leste, na Linha 11-Coral (Luz-Guaianases), e seis para a Linha 7-Rubi.

“Esses trens possuem vagão contínuo, a pessoa pode ir do primeiro até o oitavo vagão com o trem andando, câmeras de vídeo, ar-condicionado, motorização melhor, é o que há de mais moderno no mundo em matéria de transporte ferroviário de passageiros”, explicou Alckmin.

Com este novo lote, a CPTM iniciou o processo de padronização da frota na Linha 7-Rubi, que, no total, receberá 19 trens. Essa é a maior linha da CPTM, com 60,5 quilômetros de extensão, ligando a Estação da Luz a Jundiaí. O trecho principal, entre Luz e Francisco Morato, transporta em média 400 mil usuários por dia útil. Somada à extensão entre Francisco Morato e Jundiaí, a linha 7 alcança a marca de 430 mil passageiros por dia.

“São, ao todo, 65 trens. Cada trem tem oito carros, então são 520 carros novos para a CPTM. Isso traz dois benefícios para a população: um benefício é a troca de trem antigo pelo trem novo e o outro é mais trem, mais horário, diminui a superlotação e oferece melhor conforto para o usuário”, comentou Alckmin.


Novos trens

Com salão contínuo de passageiros (passagem livre entre os carros), o trem possui monitoramento com câmeras na parte externa e interna e é acessível para pessoas com mobilidade reduzida ou deficiência (contam com sinalização visual para identificação de assentos preferenciais, mapa dinâmico e áudio e espaço para cadeirantes). Possui também monitores digitais internos com informações e interação das principais notícias sobre a prestação de serviços, além de reconhecimento eletrônico automático do maquinista por meio de biometria.

Os demais trens desse lote serão entregues ao longo dos próximos meses e entrarão em operação após a realização de testes que são feitos nos sistemas elétricos, mecânicos e de sinalização. Dependendo das necessidades de ajustes que surgirem e do tempo de solução por parte do fabricante, os testes podem ser prolongados. As novas composições serão incorporadas para a renovação da frota de acordo com a necessidade operacional de cada linha.


Marchinhas de Carnaval agitam Expresso Turístico para Mogi

O Carnaval é a maior festa popular do mundo. Todos os anos, milhares de pessoas vão às ruas para curtir a folia. E a CPTM não ficará de fora desta festa. Pelo segundo ano consecutivo, a Companhia promove o Trem das Marchinhas.

No sábado, dia 11 de fevereiro, o Expresso Turístico Mogi terá um som diferente das buzinas habituais. Uma banda de marchinhas agitará a viagem, adiantando o clima carnavalesco. O embarque também será especial, com bonecões recepcionando os passageiros-foliões na Estação da Luz, a partir das 8h. O trem parte às 8h30. O passeio é uma viagem no tempo: além do trem da década de 1950, o ritmo das marchinhas que marcaram época e fazem parte da história do carnaval brasileiro também vai embalar os passageiros.

Após o desembarque, os visitantes poderão percorrer o Roteiro Ecocultural, que abrange visitas ao Parque Centenário e ao Centro Histórico, ou o Roteiro Rural, que inclui o Orquidário Oriental e o Mosteiro dos Monges Beneditinos. Cabe ressaltar que o bilhete da CPTM contempla somente a viagem de trem até um dos destinos escolhidos. Os roteiros complementares são de responsabilidade dos operadores de turismo regionais. Informações podem ser obtidas no Comtur (Conselho de Turismo de Mogi das Cruzes), pelo telefone (11) 4761-9233.


Expresso Turístico bate a marca de 14 mil turistas em 2016

Uma boa opção de passeio em São Paulo é embarcar em uma composição antiga, da década de 1960, e fazer uma verdadeira viagem no tempo. O Expresso Turístico da CPTM oferece três roteiros: Luz-Jundiaí (três sábados por mês), Luz-Mogi das Cruzes (no segundo sábado de cada mês) e Luz-Paranapiacaba (aos domingos). Em 2016, o serviço realizou 102 viagens, levando 14.334 turistas nos passeios.

O destino mais procurado é Paranapiacaba, a vila de arquitetura inglesa que testemunhou a importante fase de expansão das ferrovias no Brasil. No último ano, 8.644 pessoas viajaram com o Expresso até o local. As viagens para a vila são realizadas aos domingos, partindo da Estação da Luz e parando para embarque na Estação Prefeito Celso Daniel-Santo André.

A cidade de Jundiaí garante aos interessados as belezas naturais da Mata Atlântica. Em 2016, 4.754 turistas viajaram até a região de herança italiana, localizada a 60 quilômetros da capital paulista, e que reserva atrações como o Museu Ferroviário da Cia. Paulista de Estradas de Ferro, a Serra do Japi e as fazendas e vinícolas da região. O passeio ocorre em três sábados de cada mês.

Já Mogi das Cruzes desperta interesse aos adeptos das pedaladas. Localizada a 48 quilômetros da capital, a cidade tem opções de trilhas tanto para iniciantes quanto para ciclistas profissionais. Mogi também é conhecida como centro produtor de flores, com destaque para as orquídeas, herança da forte presença japonesa na região durante a primeira metade do século 20. O Expresso Turístico para Mogi parte no segundo sábado de cada mês e levou 936 passageiros no ano passado.


Mais de 100 mil turistas desde 2009

Criado em 2009 pela CPTM e STM (Secretaria dos Transportes Metropolitanos), em sete anos de operação, 114.351 turistas já embarcaram no Expresso Turístico, que resgata o glamour das viagens férreas. O percurso dura cerca de uma hora e meia, a bordo de uma locomotiva a diesel da CPTM, modelo Alco RS-3 de 1952, que conduz dois carros de passageiros, de aço inoxidável, fabricados no Brasil pela Budd-Mafersa nos anos 1960. Cedidos pela ABPF (Associação Brasileira de Preservação Ferroviária), os vagões foram restaurados nas oficinas da CPTM. São 174 poltronas para acomodar confortavelmente os turistas, além de espaço reservado para cadeira de rodas (com cinto de segurança e ancoragem da cadeira).

Desde a inauguração até o último domingo de dezembro de 2016, foram realizadas 753 viagens aos finais de semana, proporcionando o resgate da memória regional de cada destino e da história ferroviária durante os trajetos, que têm duração aproximada de 1h30min.

O preço unitário da passagem para qualquer um dos três roteiros é R$ 45 (ida e volta), exceto para embarque na Estação Prefeito Celso Daniel-Santo André, com destino a Paranapiacaba, que sai por R$ 40. O bilhete é vendido das 9h às 18h, todos os dias, nas bilheterias das estações Luz e Prefeito Celso Daniel-Santo André. Os descontos podem chegar a 50% na compra de quatro passagens.

Os interessados podem obter mais informações e monitorar as vagas e abertura de novas datas pelo site: http://cptm.sp.gov.br/sua-viagem/ExpressoTuristico/Pages/Expresso-Turistico.aspx.

Nenhum comentário:

Postar um comentário