Governador Geraldo Alckmin entrega cão assistente para paratleta olímpico


Cachorro de serviço faz parte de Projeto Genocão, da AACD, financiado pelo Fundo Estadual de Interesses Difusos (FID). O projeto treina cachorros para exercer a função de cão-assistência e coterapeutas às pessoas com deficiência


O governador Geraldo Alckmin doou nesta segunda-feira, 13 de fevereiro, o primeiro cachorro do Projeto Genocão - desenvolvido pela Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD) e financiado pelo Fundo Estadual de Interesses Difusos (FID), vinculado a Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania. O programa treina cachorros para exercer a função de cão-assistência e coterapeutas às pessoas com deficiência.

“Está sendo entregue a cachorra Paçoca para o paciente Lucas, que tem distrofia muscular progressiva, que limita muito a pessoa. O cão treinado vai ajudá-lo a apagar e acender a luz, pegar alguma coisa que sair no chão. Enfim, ela consegue ajudá-lo nas tarefas domesticas, além de ser uma ótima companhia”, comentou o governador.

Também estiveram presentes o secretário da Justiça e da Defesa da Cidadania, Márcio Fernando Elias Rosa; secretário adjunto e presidente do Comitê Gestor do FID, Luiz Souto Madureira; superintendente geral da AACD, Valdesir Galvan, entre outras autoridades.

Batizado de Paçoca, o animal, uma fêmea da raça golden retriever, de dois anos de idade, foi doado ao paratleta Lucas França Couto Junqueira, da Seleção Brasileira Paralímpica de Rugby Masculino, que sofreu um acidente de mergulho na praia de Ponta Negra - RN, em janeiro de 2009, e ficou tetraplégico.

“Eu tive uma lesão medular e perdi os movimentos e a sensibilidade do pescoço para baixo. Por isso que ela ajuda muito na minha independência e autonomia. Eu agradeço pelo projeto. Depois do acidente, o que a gente mais busca é voltar a ter independência e a Paçoca está me ajudando nisso”, explicou Lucas.

Após treinamento que durou um ano e oito meses, o animal se tornou um cão de serviço para cadeirante e é capaz de auxiliar o paratleta na transferência da cadeira de rodas para a cama, no acionamento de interruptores de luz, na busca de objetos e na retirada de peças de roupa, entre outras tarefas do dia a dia.


Fundo Estadual de Defesa dos Interesses Difusos

O Fundo Estadual de Defesa dos Interesses Difusos, gerido pela Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania, tem como objetivo financiar projetos destinados ao ressarcimento à sociedade por danos coletivos, geralmente com recursos de multas aplicadas em ações civis públicas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário