Estado de SP recebe R$ 194 milhões para investimentos em saúde


Recurso do Ministério da Saúde será destinado a 187 municípios

Governador recebeu o ministro da Saúde, Ricardo Barros
Foto: A2img / Ciete Silvério

O governador Geraldo Alckmin recebeu nesta terça-feira, 10, no Palácio dos Bandeirantes, o ministro da Saúde, Ricardo Barros, para o anúncio da liberação de recursos para o custeio de serviços de saúde dos municípios que estavam em funcionamento sem a contrapartida federal. Mais de R$ 194 milhões serão destinados pelo Ministério da Saúde para o credenciamento de novos leitos, incluindo os de UTI, Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e programas como a Rede Cegonha, Viver Sem Limite, Rede de Atenção Psicossocial (CAPS), SAMU, entre outros. O recurso é referente às portarias e credenciamentos liberados no mês de dezembro de 2016 pelo Ministério da Saúde.

“Firmamos convênios com o Ministério da Saúde para a habilitação dos serviços que já estão funcionando, como leitos de UTI, e credenciamento de novos serviços”, afirmou o governador Geraldo Alckmin. “Isso é muito importante porque o Estado ou as prefeituras vinham bancando grande parte desses serviços e passam, agora, a receber recursos do SUS. E, também, a entrega de ambulâncias do Ministério da Saúde para as prefeituras. Sempre ajuda ter ambulância nova, bem equipada, para atender a quem precisa”, disse Alckmin.

Evento contou com a participação de representantes da esfera municipal, estadual e federal
Foto: A2img / Ciete Silvério

Da verba total liberada, R$ 186,5 milhões serão destinados para 187 municípios, para custear serviços hospitalares e ambulatoriais voltados à assistência especializada e atendimento em alta complexidade. Além disso, também estão sendo beneficiadas mais 5 UPAs em 5 municípios, com custeio de R$ 7,8 milhões por ano:

- Campinas: R$ 2,1 milhões

- Fernandópolis: R$ 1,2 milhão

- Pederneiras: R$ 1,2 milhão

- Rio Grande da Serra: R$ 1,2 milhão

- Santana de Parnaíba: R$ 2,1 milhões

Do Portal do Governo do Estado

Nenhum comentário:

Postar um comentário