Governador Geraldo Alckmin decreta luto oficial pela morte de dom Paulo


Durante três dias, a bandeira do Estado de S. Paulo deverá ser hasteada a meio mastro

Resultado de imagem para dom paulo evaristo

O governador Geraldo Alckmin assinou, na tarde desta quarta-feira, 14, no Palácio dos Bandeirantes, decreto estabelecendo luto oficial de três dias pela morte do cardeal dom Paulo Evaristo Arns, arcebispo emérito de São Paulo. O decreto será publicado no Diário Oficial de amanhã.

Mais cedo, o governador divulgou nota de pesar pelo falecimento do clérigo:

Quem quer agradar a Deus precisa amar o que Ele ama: as pessoas. Esse ensinamento é de dom Paulo Evaristo Arns. Ao longo da vida, ele escolheu a linha de frente para defender os mais fracos e os feridos pela injustiça. Ajudou, assim, a mudar a história do Brasil.

Nesta hora de dor, que o seu exemplo nos faça mais atentos aos seus valores: solidariedade, justiça, paz, ética -- e coragem para defendê-los. Essa será uma grande homenagem a dom Paulo. Pois ele também ensinou que nós vivemos, de fato, é naqueles a quem inspiramos

Nenhum comentário:

Postar um comentário