Governador Geraldo Alckmin almoça em restaurante Bom Prato com cardápio especial de Natal


O público teve oportunidade de saborear um cardápio temático natalino por R$ 1,00, servido em todas as 51 unidades pelo estado

 
Como já fez em outras ocasiões, o governador Geraldo Alckmin participou do almoço de Natal dos restaurantes da rede Bom Prato. Alckmin almoçou na unidade do bairro da Lapa, em São Paulo, e aproveitou a ocasião para fazer um balanço do programa. "Nós temos 51 restaurantes Bom Prato, distribuímos 84 mil refeições por dia, uma media de 1.500 a 1.600 refeições por dia. Já distribuímos 171 milhões de refeições a R$ 1. Nesses últimos 16 anos, não houve nenhum reajuste. Esse restaurante aqui da Lapa completa amanhã 15 anos, mantendo sempre a boa qualidade. Alimento quente, bem preparado, saboroso. A gente periodicamente reforma o restaurante para ficar aconchegante e acessível à população, além da alimentação balanceada", afirmou Alckmin.

Nesta sexta, todos os 51 restaurantes Bom Prato ofereceram um cardápio natalino para os frequentadores. As refeições começaram a ser servidas às 10h30 (preferencialmente para idosos, gestantes e pessoas com deficiência) e às 11h para o público geral. Adultos pagam R$ 1,00 e crianças com até 6 anos têm a refeição gratuita.

Os cardápios especiais foram diferentes para cada restaurante. Dentre os pratos principais, foram escolhidos ou o pernil assado, ou chester ou copa lombo com diferentes acompanhamentos. O almoço foi composto de arroz, feijão, prato principal, guarnição, salada, sobremesa e suco. (O cardápio varia conforme a unidade e pode sofrer alteração.


Sobre o Bom Prato

A partir de outubro de 2016, o Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Seds), aumentou em 10,09% o subsídio das refeições para as entidades gestoras do Bom Prato.

Com isso, o valor repassado pelo governo passou de R$ 4,81 para R$ 5,19 para o almoço e de R$ 1,53 para R$ 1,63 para o café da manhã.

Para a população, o valor do almoço a R$ 1,00 e o café da manhã a R$ 0,50 permanecerá o mesmo. A rede de restaurantes Bom Prato serve diariamente mais de 84 mil refeições.

O reajuste foi calculado levando em conta a inflação acumulada nos últimos doze meses (com base no Dieese, IPCA e IGPM). Atualmente a Secretaria mantém convênios com 41 entidades que gerenciam 51 restaurantes Bom Prato. São 22 localizadas na Capital, oito na Grande São Paulo, seis no litoral e 15 no interior.

Em outubro de 2015, a Secretaria já havia realizado aumento no repasse de 10%. Para o secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Floriano Pesaro, com o reajuste o governo reafirma seu compromisso de manter o funcionamento do programa com qualidade e baixo custo.

“A crise econômica afeta todos nós. Em São Paulo a prioridade são aqueles em situação de maior vulnerabilidade e os programas de segurança alimentar são fundamentais para a saúde e a garantia de direito dos paulistas”, diz.

Em 15 anos de atendimento, o programa já serviu mais de 166 milhões de refeições e foram investidos pelo Estado mais de R$ 420 milhões para custeio das refeições, implantação e revitalização das unidades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário