Governador Geraldo Alckmin se reúne com futuro secretário-geral da ONU


Ex-primeiro-ministro de Portugal, António Guterres assume o cargo em 2017


O governador Geraldo Alckmin foi recebido na tarde desta quinta-feira, 10, por António Guterres, ex-primeiro-ministro de Portugal que assume, a partir de 1º de janeiro, a função de secretário-geral da Organização das Nações Unidas. A reunião, realizada no escritório de transição, na sede da ONU em Nova Iorque, tratou de temas como a crise econômica brasileira e seus reflexos em São Paulo, e o compromisso do Estado com ações voltadas para a cultura de paz e a defesa dos direitos humanos.

"São Paulo já desenvolve uma política de apoio a refugiados em diversos órgãos e se preocupa com as migrações, principalmente aquelas da América Latina", afirmou o governador.

São Paulo é o Estado que mais abriga refugiados - 5.136 pessoas, o equivalente a 36% do total brasileiro. O tema é de interesse especial de Guterres, que ocupou por dez anos a chefia (equivalente a diretor-geral) do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR).

Na conversa, o governador afirmou que está sendo ampliado o plano estadual para imigrantes e refugiados. A iniciativa, que prevê políticas de auxílio a estrangeiros nas áreas sociais, de saúde e geração de emprego e renda, está sendo formatada pelo Comitê Estadual para Refugiados, que funciona vinculado à Secretaria de Estado da Justiça e da Defesa da Cidadania.

Alckmin também lembrou que São Paulo é parceiro da ACNUR. Há pouco mais de 30 dias, informou o governador a Guterres, a sede do Alto Comissariado foi instalada no prédio da Secretaria da Justiça. Citou, também, as políticas estaduais de atenção a estrangeiros. Caso do CIC do Imigrante, que emite carteira de trabalho aos refugiados e imigrantes, cadastra para vagas no mercado de trabalho e programas sociais, como o seguro-desemprego e assistência jurídica gratuita, além de cursos de línguas, e do Núcleo de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas.


Viagem

Geraldo Alckmin está nos Estados Unidos desde quarta-feira, 9. A viagem tem como objetivo principal divulgar a investidores estrangeiros o novo programa de concessões de rodovias paulistas, que irá gerar empregos e trazer novos investimentos ao Estado.


Nenhum comentário:

Postar um comentário