Doria anuncia cinco secretários para sua gestão na Prefeitura de São Paulo


ARTUR RODRIGUES - FOLHA.COM

Doria anuncia nome de cinco secretários que farão parte de sua gestão na Prefeitura de São Paulo
Foto: Welbi Maia


O prefeito eleito João Doria (PSDB) apresentou nesta quinta-feira (27) os titulares de cinco secretarias municipais, que farão parte de seu governo a partir de janeiro de 2017.

Os secretários apresentados são o coordenador da transição Júlio Semeghini (Governo), o vice-prefeito Bruno Covas (Prefeituras Regionais), Wilson Pollara (Saúde), Cid Torquato (Pessoa com Deficiência) e Anderson Pomini (Negócios Jurídicos).

O evento ocorreu no escritório de transição, em um prédio da Caixa Econômica Federal, na praça da Sé, no centro de São Paulo. Os últimos estudos da equipe de Doria mostram a redução do número de secretarias das atuais 27 para 22. Ao longo da campanha, Doria prometeu extinguir sete pastas.


SEM CONFIRMAÇÃO

HABITAÇÃO

Doria também convidou o empresário do ramo imobiliário Claudio Bernardes para comandar a Secretaria Municipal de Habitação. Bernardes ainda não informou se assumirá o posto na gestão, que promete ser mais "rigorosa" com movimentos de moradia. Bernardes foi presidente do Secovi-SP, sindicato do mercado imobiliário, entre 2012 e 2015 e hoje é presidente do conselho consultivo da entidade.

*

RELAÇÕES INTERNACIONAIS

Outro nome apontado como provável no alto escalão de Doria é o de Julio Serson, amigo do prefeito eleito e dono da rede de hotéis Vila Rica. Ele deve assumir a Secretaria de Relações Internacionais. Serson, que já morou nos EUA, é amigo próximo de Doria e se tornou espécie de braço direito durante a campanha e, agora na transição, especialmente nas questões de arrecadação e finanças.

*

FINANÇAS

Atual secretária da Fazenda de Goiás, Ana Carla Abrão é tida como certa para a pasta de Finanças. Se confirmados Bernardes e Serson, Doria apresentará uma equipe de secretários egressos do mercado, conforme anunciou ser a sua intenção.

*

ESPORTES, LAZER E RECREAÇÃO

Já o tucano Jorge Damião, diretor de relações institucionais da TV Cultura, deve assumir a Secretaria de Esportes, Lazer e Recreação, como informou a coluna "Painel", da Folha. Membro do núcleo duro da transição, Damião teve papel importante na campanha, cuidando do relacionamento com candidatos a vereador da coligação de 13 partidos.

*

ORÇAMENTO

O tucano Júlio Semeghini, afirmou nesta quarta-feira (26) que o Orçamento para o ano que vem "preocupa bastante". Semeghini afirmou que o Orçamento de 2016 está sob controle, embora haja necessidade de ajustes de até R$ 500 milhões.


"O que está sendo acertado agora entre os dois prefeitos é 2016. É para ser ajustado e não é uma coisa que preocupa", disse. "O que temos que trabalhar bastante é 2017, as premissas do Orçamento precisam ser revistas e são significativas", disse.

Doria já articulou na Câmara Municipal, onde será votado o Orçamento, com vereadores aliados para adaptar os gastos do ano que vem às suas prioridades. Na reunião, também foram tratados assuntos relativos a chuvas. Segundo a equipe de Doria, o coordenador da Defesa Civil indicado pelo tucano já trabalha em conjunto com a gestão petista para os preparativos para o verão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário