Doria cresce e se aproxima de Marta em nova pesquisa Ibope; Russomanno segue na frente


Folha.com 

Candidatos à Prefeitura de SP Celso Russomanno (PRB), Marta Suplicy (PMDB), Luiza Erundina (PSOL), Fernando Haddad (PT) e João Doria (PSDB)


O candidato à Prefeitura de São Paulo pelo PSDB, João Doria, teve o maior crescimento nas intenções de voto em pesquisa realizada pelo Ibope e divulgada nesta quarta-feira (14).

O tucano cresceu de 9% para 17%, ficando em empate técnico com Marta Suplicy (PMDB) na segunda colocação ao se considerar a margem de erro de três pontos percentuais. A peemedebista também teve leve evolução, de 17% para 20%.

O líder da pesquisa continua sendo Celso Russomanno (PRB), embora tenha sofrido oscilação nas intenções de voto. Em comparação com a consulta anterior, divulgada em 23 de agosto, o deputado federal foi de 33% para 30%.

O atual prefeito e candidato à reeleição pelo PT, Fernando Haddad, se manteve estagnado com 9%. Ele é também o candidato com maior reprovação, rejeitado por 48% dos entrevistados.

Luiza Erundina (PSOL) foi a única entre os cinco candidatos principais a apresentar queda. Atualmente tem 5% das intenções de voto segundo o Ibope, depois de chegar a 9% em agosto.

Dos 1.001 entrevistados entre 10 e 13 de setembro, 13% manifestaram intenção de anular ou de votar em branco, enquanto 4% não sabiam ou não responderam à pesquisa.

Os candidatos Levy Fidelix (PRTB), João Bico (PSDC) e Major Olímpio (SD) tiveram 1% das intenções. Ricardo Young (Rede), Henrique Áreas (PCO) e Altino Prazeres (PSTU) não chegaram a 1%.

O crescimento de Doria e a diminuição da vantagem de Russomanno tinham sido verificados por pesquisa do Datafolha na semana passada.


SEGUNDO TURNO

Pelas simulações divulgadas pelo Ibope, Celso Russomanno seria eleito em qualquer cenário num eventual segundo turno.

Contra Marta, o candidato pelo PRB teria 44% dos votos, enquanto a senadora teria 33%. Já contra João Doria, Russomanno chegaria a 49% contra 28% do tucano.

Um embate no segundo turno entre Marta e Doria, empatados tecnicamente na vice-liderança, resultaria na vitória da peemedebista. Segundo o Ibope, ela venceria com 41% das intenções de voto. O candidato pelo PSDB chegaria a 34%.

Haddad perderia em todos os cenários traçados para o segundo turno, inclusive contra Luiza Erundina, atrás dele nas intenções de voto.

No índice de rejeição, os candidatos que mais se aproximam do petista são Levy Fidelix (31%), Luiza Erundina (29%) e Marta (27%). Celso Russomanno tem rejeição de 22%, e João Doria de 18%.

Nenhum comentário:

Postar um comentário