Governador Geraldo Alckmin recebe policiais que prenderam sequestradores da sogra de Bernie Ecclestone


Policiais participaram da operação que descobriu cativeiro de Aparecida Palmeira, sogra de Bernie Ecclestone, presidente da empresa que administra a Fórmula 1


O governador Geraldo Alckmin e o secretário da Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho, receberam nesta segunda-feira, dia 1º, no Palácio dos Bandeirantes, a equipe de policiais da Divisão Antissequestro do DHPP (Departamento Estadual de Homicídios e Proteção à Pessoa) que participou da operação que descobriu o cativeiro de Aparecida Palmeira, sogra de Bernie Ecclestone, presidente da empresa que administra a Fórmula 1. A operação aconteceu no domingo, 31.

Aparecida, de 67 anos, era mantida refém em uma casa em Cotia, na Região Metropolitana de São Paulo, e foi resgatada bem de saúde e sem ferimentos. Ela foi levada de sua casa, na capital, no dia 22 de julho e ficou presa por nove dias.

"É exemplar o trabalho que foi feito. A vítima saiu ilesa, não houve pagamento de resgate, os dois criminosos presos e agora também o mentor do crime. É importante porque isso desestimula novos sequestros, deixa claro que nós temos a melhor polícia do país, mais treinada, mais capacitada, com uma enorme expertise", afirmou o governador.

Alckmin apresentou os números de sequestro no Estado, que tiveram queda de 86%, com 98% dos criminosos atrás das grades. "No primeiro semestre de 2001, nós tivemos no Estado 102 casos de sequestro. Já no primeiro semestre desse ano, 14 casos e as vítimas ilesas, não perdemos nenhuma. Além disso, não tivemos nenhum pagamento, que também estimula o crime."

Para finalizar, o governador ressaltou o trabalho da polícia. "É importante reconhecer o trabalho de inteligência, técnica e preparo. Os policiais, em nove dias, não encerraram o trabalho, mas conseguiram com paciência, perseverança e tecnologia, elucidar o crime, salvar a vítima e prender os criminosos", afirmou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário