Governador Geraldo Alckmin entrega novo trem para a Linha 11-Expresso Leste da CPTM



O governador Geraldo Alckmin entregou nesta quarta-feira, 6, um novo trem para a Linha 11-Coral-Expresso Leste (Luz-Guaianazes) da CPTM. Essa é a primeira composição que entra em operação de um lote de 65 unidades encomendadas.

“Serão dois trens por mês, num total de 65 trens. Cada um tem oito carros, então serão 520 carros a mais. Zero quilômetro, com tecnologia de ponta, salão contínuo de passageiros, câmeras de vídeo e maior motorização”, comentou Alckmin sobre os benefícios dos novos trens, destacando também a diminuição de paralisação, de lotação nos vagões e mais horários à disposição, melhorando a qualidade do serviço.

Todos os trens possuem ar-condicionado, os passageiros têm passagem livre entre os carros, as câmeras monitoram a parte externa e interna e os vagões são acessíveis para pessoas com mobilidade reduzida ou deficiência (contam com sinalização visual para identificação de assentos preferenciais, mapa dinâmico, áudio e espaço para cadeirantes). Possuem também monitores digitais internos com informações e interação das principais notícias sobre prestação de serviços, além de reconhecimento eletrônico automático do maquinista por meio de biometria.

Segundo o governador, o primeiro e o próximo trem irão para a Linha 11, por ser das mais movimentadas. “O terceiro irá para a Linha 7, mas toda a Região Metropolitana será beneficiada”, disse.

Os demais trens desse lote serão entregues nos próximos meses e entrarão em operação após a realização de testes. Eles serão incorporados para a renovação da frota de acordo com a necessidade operacional de cada linha.

Testes

Ao receber do fabricante um novo trem, a CPTM realiza inúmeros testes antes que ele entre em operação, garantindo a segurança dos passageiros.

São testados todos os sistemas elétricos, mecânicos e de sinalização ferroviária em oficinas e em vias operacionais. Dependendo das necessidades de ajustes que surgirem e do tempo de solução por parte do fabricante, os testes podem ser prolongados.

Os novos trens fazem testes sem usuários durante o dia, sem parada nas estações e, na madrugada, com simulações de embarque e desembarque.

Nenhum comentário:

Postar um comentário