Doria terá encontro com FHC para unir PSDB na eleição em SP



O candidato do PSDB à Prefeitura de São Paulo, João Doria, disse nesta quinta-feira (28) que vai se encontrar com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na próxima semana numa tentativa de unir o partido em torno de sua candidatura.

Doria disse que procurou FHC após a convenção que oficializou seu nome para a disputa, no último domingo (24).

"O presidente [FHC] tem demonstrado com muita clareza os seus sinais de unidade partidária. Ele já mencionou isso a mim depois da convenção. A mim ele já manifestou, agora vai ter oportunidade de fazer isso publicamente", afirmou.

"Ele é uma referência de estruturação do PSDB, é um homem de partido", completou.

Questionado sobre essa aliança entre PMDB e PSD, Doria disse que respeita todas as candidaturas e que nenhuma, em específico, causa-lhe preocupação.

Durante seu discurso no evento que oficializou a entrada do PTN em sua coligação, o empresário declarou que respeita os correligionários que discordam dele. "Não faço política com o fígado."

Ele disse, porém, que nenhum tucano deve fazer campanha para candidatos de outros partidos.

"Entendo que eles ou silenciarão ou farão a sua campanha dentro do campo do PSDB. Não faz sentido democratas filiados e com trajetória no PSDB fazerem campanha para outro candidato fora do PSDB. Tenho convicção de que, ao se manterem no PSDB, farão campanha pelo PSDB ou deixarão de fazer campanha."

Nenhum comentário:

Postar um comentário