Governador Geraldo Alckmin assina convênio que dá moradia a mais de 90 mil pessoas do interior


Convênios abrangem investimentos de R$ 2,5 bilhões para a construção de 24.833 unidades habitacionais em 202 municípios do interior


O governador Geraldo Alckmin assinou nesta quarta-feira, 29, no Palácio dos Bandeirantes, convênios para a construção de 24.833 novas unidades habitacionais distribuídas em 232 empreendimentos. O ato representa um investimento de R$ 2,5 bilhões nos 202 municípios que estão sendo beneficiados com essas moradias.

Para o governador Geraldo Alckmin, “isso tem um duplo benefício para a população dos nossos municípios. Primeiro, moradia, casa para quem precisa, casa para quem não tem e precisa sair do aluguel. O trabalhador passa a ter acesso à casa própria. E o segundo é o emprego. A indústria das indústrias é a indústria da habitação. A construção civil gera muito emprego. Para cada R$ 1 milhão investido, são 14 empregos diretos, fora os indiretos. Então, é uma grande alegria. Hoje. celebrar essa grande conquista, essa boa notícia para a população do Estado de São Paulo”, disse.

Os conjuntos habitacionais serão viabilizados por meio da modalidade Empreitada Global. As prefeituras doam os terrenos e a CDHU fica responsável pela licitação, administração e supervisão das obras.

"Temos um projeto total de 600 moradias. Esse anúncio cumpre a nossa primeira etapa com 265 unidades. Esse comprometimento do Estado, ao firmar o convênio, e da Prefeitura, com a doação de uma área de seis alqueires, só trouxe alegria à nossa população", conta o prefeito de Espírito Santo do Pinhal, José Benedito de Oliveira.

"Hoje assinamos a construção de quase 25 mil moradias em mais de 200 municípios. O benefício é enorme, são mais de 90 mil pessoas beneficiadas e cerca de 100 mil empregos diretos e indiretos gerados com essas obras", afirma o secretário de Estado da Habitação, Rodrigo Garcia.

Cada município terá a sua tipologia de moradia de acordo com as especificações da população e do terreno indicado. Serão viabilizadas casas térreas, casas sobrepostas, apartamentos e também as moradias para os programas indígenas e quilombolas.

A aldeia Guarani, formada na década de 40, apresenta hoje 120 famílias que serão beneficiadas com moradias indígenas por meio de convênio assinado com o município de Bertioga. "As nossas casas são muito frágeis, frias e não tinham instalação da rede elétrica. Agora, com o Programa de Moradia Indígena do Estado, ficaremos protegidos do frio, com uma estrutura mais resistente e aconchegante", comemora o cacique Adolfo Timóteo (Verá Mirim), com as novas 120 moradias.

No total, mais de dois milhões de pessoas vivem em moradias construídas por meio de programas habitacionais do Governo do Estado. Até hoje, foram entregues 555.721 habitações de interesse social. Mais de 105 mil constam com obras em andamento.

"Com essas novas 300 unidades conseguimos atender a nossa população. Deixo aqui um legado ao próximo gestor", exclama o prefeito de Brotas, Orlando Barreto.

- Veja tabela com os municípios beneficiados (por Região Administrativa):

Morar Bem, Viver Melhor


“Morar Bem, Viver Melhor” é a marca do Governo do Estado de São Paulo que passa a reunir todas as ações e investimentos em habitação, como infraestrutura, urbanização, requalificação, acessibilidade, qualidade das construções e equipamentos, cuidados com o meio ambiente e qualidade de vida para as famílias atendidas. “O nome representa a preocupação em trabalharmos para proporcionar não apenas a aquisição da casa própria, mas sim, uma verdadeira melhoria na vida das pessoas”, afirma o secretário da Habitação, Rodrigo Garcia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário