Estado de SP fecha parceria para estímulo à exportação


Para o governador Geraldo Alckmin, a exportação é uma das principais medidas para tirar o Brasil da crise econômica


O governador Geraldo Alckmin anunciou nesta terça-feira, 7, que a Investe São Paulo, agência de promoção de investimentos e exportações do Governo do Estado de São Paulo, liderará o novo núcleo no Estado do Projeto de Extensão Industrial Exportadora (PEIEX).

“Excluído o agronegócio, 88% das empresas exportadoras brasileiras estão no Estado de São Paulo, 88%. Mas nós precisamos fazer crescer mais, tanto o número de empresas focadas no comércio exterior, quanto o volume destas exportações” comentou Alckmin sobre a parceria que permitirá a qualificação dessas empresas para exportação.

Para o governador Alckmin, a exportação é uma das principais medidas para tirar o Brasil da crise. “Eu vejo que tem duas áreas que podem dar uma resposta rápida na questão do emprego. Uma é a infraestrutura e logística, pois a construção civil gera muito emprego. E a outra é comércio exterior”, comentou Alckmin, destacando que a política cambial competitiva ajuda inserir nossos produtos no mercado mundial.

O PEIEX é uma iniciativa da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e visa estimular a competitividade e promover a cultura exportadora, principalmente nas pequenas e médias empresas, qualificando e expandindo os mercados para as indústrias iniciantes ou já atuantes em comércio exterior. Por meio de uma metodologia desenvolvida pela Apex-Brasil e testada com sucesso, as empresas atendidas no PEIEX são diagnosticadas e orientadas para o comércio exterior. O programa já atendeu a 16,2 mil empresas brasileiras em 14 Estados e, neste ano, será ampliado para 17 Estados da federação.


“A ideia é deslocar profissionais para conviverem com a empresa durante um período e ensinarem os empresários a produzir seus produtos para exportação. É como se tivesse um gerente emprestado só para produzir para exportação”, explica o vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, Márcio França. “Muitos produtos não estão qualificados tecnicamente para exportação e esses profissionais treinam as empresas para qualificar seus produtos. Às vezes, um pequeno detalhe na quantidade de química de uma lã proíbe a exportação para algum país”, disse.

A Investe SP liderará um núcleo do PEIEX da cidade de São Paulo e Região Metropolitana, atuando na proposição de estratégias em diferentes áreas funcionais das empresas participantes do projeto para promover melhorias em seus produtos, serviços, processos e gestão. Desta forma, a Investe SP pretende contribuir para a ampliação do leque de companhias paulistas capazes de disputar espaço no mercado externo.

Até abril de 2018, o núcleo tem a meta de atender 260 empresas da capital paulista e região. Todo o atendimento é feito sem custos às empresas. Como contrapartida, o empresário deve estar disponível para verificação de procedimentos e controles existentes em todas as áreas da companhia e para entrevistas com a equipe técnica da Investe SP. Além disso, é importante motivar o quadro de colaboradores e participar dos encontros de capacitação para melhoria de gestão de processos e produtos.

“Essa é uma tarefa dada pelo governador Geraldo Alckmin como uma das soluções para o Brasil sair dessa crise, com estímulo à exportação. Com o dólar mais alto ficamos mais competitivos em vários produtos. O Brasil representa 3% do mercado mundial, ou seja, 97% de todo o mercado esta fora do Brasil. É como se você tivesse mais clientes passando na sua porta, só que você não fala a língua deles e eles não entram. Precisamos falar a língua dessas pessoas.”, explicou.

Até hoje, mais de 100 empresas se inscreveram para participar do núcleo do PEIEX liderado pela Investe SP, sendo que muitas delas foram indicadas por associações de classe apoiadoras do projeto.

No Estado de São Paulo, os demais núcleos do PEIEX são liderados pela Fundação Vanzolini e Agência de Desenvolvimento Econômico do Grande ABC. O núcleo liderado pela Investe SP integra o SP Export, Programa Paulista de Apoio às Exportações – uma iniciativa da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (SDECTI) coordenada pela agência paulista, em parceria com a Apex-Brasil.


Como participar

As ações do PEIEX são desenvolvidas em regiões com alto potencial exportador e incluem desde a implantação de soluções gerenciais, que dependem exclusivamente do próprio empresário e dos recursos disponíveis da companhia, até o fornecimento de informações técnicas e suporte no acesso a mercados, que são processos externos à empresa.

No núcleo liderado pela Investe SP, uma equipe de 18 profissionais da Agência e da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), que é parceira no projeto, atuará diretamente no planejamento, execução e monitoramento do PEIEX dentro das empresas.

Os técnicos visitarão as empresas selecionadas pelo projeto para fazer um diagnóstico de suas operações, identificando oportunidades de implantação de melhorias nas áreas de gestão estratégica, capital humano, finanças e custo, vendas e marketing, produção e comércio exterior. Além disso, a equipe prestará auxilio na execução dessas melhorias pelas empresas.

As empresas que são da capital paulista ou Região Metropolitana de São Paulo e têm interesse em participar do PEIEX deverão entrar em contato com a Investe SP pelo e-mail spexport@investesp.org.br. Serão selecionadas para atendimento as empresas que possuem perfil e potencial para exportação.


Sobre o SP Export

Coordenado pela Investe São Paulo e criado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, o Programa Paulista de Paulista de Apoio às Exportações – SP Export – tem o objetivo de aumentar o volume de exportações de São Paulo, incentivar a cultura exportadora no meio empresarial paulista e ajudar as empresas do Estado a encontrar mercados estrangeiros para seus produtos e serviços.

O SP Export é realizado por meio de parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e integra o Plano Nacional de Cultura Exportadora (PNCE), conforme convênio assinado no final de 2015.

Estão incluídos no programa missões de empresas brasileiras para prospecção de mercados internacionais, apoio à vinda de potenciais compradores e exportadores estrangeiros e seminários de capacitação, além de atendimento gratuito por meio do Projeto Extensão Industrial Exportadora (PEIEX), da Apex-Brasil, e do Poupatempo do Exportador, iniciativa itinerante que leva serviços e informações de diversas instituições às principais regiões metropolitanas do Estado.


Sobre a Investe SP

A Investe São Paulo - Agência Paulista de Promoção de Investimentos e Competitividade é a porta de entrada das empresas que pretendem se instalar no Estado ou expandir seus empreendimentos.

A Agência fornece, gratuitamente, informações estratégicas que ajudam os investidores a encontrar os melhores locais para seus negócios, prestando assessoria ambiental, tributária e de infraestrutura, facilitando o relacionamento das empresas com instituições governamentais e concessionárias de serviços públicos.

Estão, ainda, entre as atribuições da Investe SP prospectar novos negócios, recepcionar delegações estrangeiras e promover a imagem de São Paulo no Brasil e no exterior como principal destino de empresas na América Latina.

Em 2015, a Agência recebeu novas e importantes atribuições: o incentivo às exportações dos produtos paulistas, o gerenciamento de parques tecnológicos e o apoio às pequenas e médias empresas.

Para mais informações, acesse www.investe.sp.gov.br


Sobre a Apex-Brasil

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. A Agência apoia 12.000 empresas em 82 setores da economia brasileira, que por sua vez exportam para cerca de 200 mercados.

A Apex-Brasil também desempenha um papel fundamental na atração de investimento estrangeiro direto (IED) para o Brasil, trabalhando para identificar oportunidades de negócios, promovendo eventos estratégicos e dando apoio aos investidores estrangeiros interessados em alocar recursos no Brasil.

Para mais informações, acesse www.apexbrasil.com.br.

Nenhum comentário:

Postar um comentário