Para não pagar multa de R$ 30 mil por pessoa, manifestantes terminam invasão na Alesp



Os estudantes que estavam havia três dias no plenário da Assembleia Legislativa de São Paulo, decidiram respeitar o prazo de 24 horas determinado pela Justiça e desocuparam voluntariamente o local.

O prazo estabelecido pelo juiz Sergio Serrano Nunes Filho venceria às 16h45 desta sexta-feira. Os estudantes começaram sair uma hora antes de expirar o prazo.

Se desrespeitassem a ordem judicial, cada estudante que permanecesse na Assembleia teria de pagar multa de R$ 30 mil. Cerca de 50 estudantes permaneciam no plenário até o fim da invasão. A reivindicação principal do grupo, de instalação de uma CPI da Merenda, não foi alcançada.

Das 32 assinaturas necessárias para sua instalação, apenas 25 foram atingidas.

Durante a semana, o presidente da Assembleia, Fernando Capez, havia se comprometido a obter as sete assinaturas necessárias em dez dias se os estudantes desocupassem o plenário.

Fonte: Folha.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário