Ministério Público instaura inquérito para apurar "trote" de Haddad



O Ministério Público do Estado instaurou um inquérito nesta quinta-feira, 19, para investigar o prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) por eventual improbidade administrativa após divulgação de agenda pública falsa para fazer um "trote" com o comentarista da Rádio Jovem Pan, Marco Antônio Villa. Aberto pelo 5º promotor de Justiça Nelson Luís Sampaio Andrade, do Patrimônio Público e Social da capital, o inquérito vai apurar suposta ofensa aos princípios da publicidade, transparência, impessoalidade, moralidade e interesse público. 

Na portaria que oficializa a abertura de investigação, Andrade afirma que a conduta de Haddad, se comprovada, é "incompatível com a dignidade e o decoro do cargo". O promotor pede que Haddad seja comunicado por ofício sobre a instauração do inquérito e solicita que o prefeito apresente esclarecimentos no prazo de 10 dias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário