Desafio de Serra é recuperar o prestígio do Itamaraty.


Folha.com

O senador José Serra (PSDB-SP), que assume o Itamaraty

Ex-deputado, ex-prefeito, ex-governador, ex-ministro da Saúde e do Planejamento e agora senador licenciado, José Serra (PSDB-SP) volta ao governo federal após 14 anos com a tarefa de recuperar o prestígio do Itamaraty.

Da cota pessoal do presidente interino Michel Temer (PMDB), o tucano assumirá o Ministério de Relações Exteriores com orçamento reforçado, se efetivada a incorporação da Apex (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos).

Serra, 74, assim terá alguma atuação econômica na gestão interina de Temer —seu pleito inicial era a Fazenda, que acabou entregue ao ex-presidente do Banco Central Henrique Meirelles.

Ambos disputavam o posto como possível palanque para a eleição presidencial de 2018. Caso Serra venha a se lançar candidato, será sua terceira tentativa de ocupar o Palácio do Planalto.

Ele foi derrotado em 2002 por Luiz Inácio Lula da Silva e em 2010 por Dilma Rousseff.

Enquanto ministro da Saúde, idealizou a lei de incentivo aos genéricos, que reduziu o preço dos medicamentos. Também foi reconhecido pela ONU pelo programa de combate à Aids.

Pulistano da Mooca, Serra é descrito como centralizador, e seu hábito de trabalhar à noite se tornou folclórico.

Militante estudantil, condenado à prisão após o golpe militar em 1964, exilou-se no Chile e nos Estados Unidos até voltar ao Brasil, em 1978. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário