Assembleia de SP aprova CPI 'ampla' para apurar desvio na merenda


Folha.com


O plenário da Assembleia Legislativa de São Paulo aprovou na noite desta quarta (25) a criação de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar desvios no fornecimento da merenda nas escolas estaduais.

O projeto aprovado foi protocolado por deputados da base do governador Geraldo Alckmin (PSDB). Ele amplia o foco da apuração para analisar, além de contratos suspeitos com o Estado, mais de 20 prefeituras.

Em uma proposta anterior, feita por deputados PT, a CPI ficaria concentrada nos contratos da Coaf –cooperativa de alimentos suspeita de fraudes e de pagar propina a políticos– com a Secretaria de Educação paulista.

Pelo texto aprovado, todas as compras entre cooperativas de agricultura familiar com prefeituras e com o governo poderão ser analisadas.

"[A CPI] Permitirá, entre outras iniciativas, ouvir dirigentes das cooperativas e empresas da agricultura familiar, agentes e ex-agentes públicos estaduais, representantes dos municípios paulistas também atingidos pelo esquema", diz o texto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário