PMDB oficializa saída do governo da presidente Dilma


Decisão foi tomada durante reunião em Brasília


O ESTADO DE S. PAULO


O PMDB anunciou na tarde desta terça-feira que o partido está oficialmente fora do governo da presidente Dilma Rousseff. O anúncio foi feito após uma votação por aclamação por integrantes do partido que estavam presentes a rápida reunião conduzida por Romero Jucá. O senador de Roraima é um dos vice-presidentes do partido.

Durante o anúncio, o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, permaneceu ao lado do senador. O vice-presidente Michel Temer, no entanto, não participou da reunião - a ausiência dele já havia sido anunciada pelo partido. A rápida reunião foi interrompida pelo menos uma vez por gritos que indicavam o desejo dos integrantes do partido de que Temer assuma a presidência em um eventual impedimento da presidente Dilma. 'Brasil pra frente, Temer presidente', gritavam os participantes. Alguns também pediam a saída do PT.

Nenhum comentário:

Postar um comentário