Governado Geraldo Alckmin busca empresários para reerguer Museu da Língua Portuguesa


PAULO GOMES - Folha.com


O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, se reuniu na segunda-feira (21) com empresários a fim de obter investimento para auxiliar na reconstrução do Museu da Língua Portuguesa.

O prédio do museu, contíguo à estação da Luz, no centro da capital paulista, foi consumido por um incêndio em dezembro.

Em conjunto com a Fundação Roberto Marinho, o governo estadual procura obter apoio da iniciativa privada para criar uma "aliança solidária".

A Secretaria da Cultura de SP informou que, no encontro, foi exposto o cenário a ser enfrentado para a reconstrução e restauro das áreas afetadas pelo incêndio e também contemplada uma nova concepção curatorial do museu.

Alckmin afirma que foi feito um "estudo de modernização da parte museológica" e que também busca recursos por meio da Lei Rouanet.

Segundo a Fundação Roberto Marinho, que concebeu o museu, a reunião foi um ponto de partida para que essas conversas com empresários evoluam. "A ideia é sensibilizar a iniciativa privada para investir na recuperação", afirma a fundação, por meio de sua assessoria.

O Grupo Globo já se comprometeu a contribuir com R$ 10 milhões para a reconstrução da instituição.

O valor da indenização do seguro ainda não foi definido, mas já se sabe que não será o suficiente para o total das obras, que ainda não tiveram início –foram tomadas apenas medidas emergenciais para preservação da infraestrutura do edifício e para a preparação das obras.

Em entrevista à Folha, o diretor do Museu da Língua Portuguesa, Antonio Carlos Sartini, disse que espera reabrir o espaço até 2018.

Editoria de Arte/Folhapress 





Nenhum comentário:

Postar um comentário