Com 15 metros, boneco 'Raddard' é inflado na Avenida Paulista


Objeto representa prefeito de São Paulo com roupa de presidiário, ciclofaixa na cabeça e radar embaixo do braço e custou R$ 6,8 mil

PEDRO VENCESLAU - O ESTADO DE S. PAULO

Grupo protesta contra o prefeito Fernando Haddad inflando boneco de 15 metros

Embalados pela repercussão dos bonecos inflados gigantes representando o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a presidente Dilma Rousseff (PT) nas últimas manifestações contra o PT e o governo, o Movimento Brasil Livre (MBL) levou neste domingo, 27, para a Avenida Paulista o boneco “Raddard”. 

Com 15 metros, o artefato mostra o prefeito trajando uma roupa de presidiário, uma ciclofaixa na cabeça e uma radar embaixo do braço. No momento em que foram inflar o boneco, que custou R$ 6,8 mil, segundo o MBL, os ativistas perceberam que ele estava furado. O jeito foi deixar o artefato de joelho. “O boneco é uma sátira ao prefeito Fernando Haddad (PT). O MBL é contra a indústria da multa em São Paulo e diminuição da velocidade nas vias. Os radares visam roubar o cidadão”, afirma o estudante Renato Batista, integrante da coordenação do MBL paulista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário