TJSP declara abusiva a greve dos professores estaduais e dias parados serão descontados



O Órgão Especial (OE) do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) declarou, por 24 votos a um, abusiva a greve dos professores estaduais paulistas ocorrida entre os meses de março e junho deste ano. O julgamento foi concluído na tarde desta quarta-feira, 12, após pedido de vista do desembargador Antonio Carlos Malheiros. Com a decisão, os dias parados serão descontados. O acórdão ainda não foi disponibilizado no site do TJSP. O processo é acompanhado pelo procurador do Estado Carlos José Teixeira de Toledo da 4ª Subprocuradoria da Procuradoria Judicial (PJ).

Nenhum comentário:

Postar um comentário