PSDB diz acompanhar 'com preocupação' agravamento da crise


Assinada pelo presidente nacional do partido, Aécio Neves, nota divulgada neste sábado afirma que denúncias devem ser apuradas

VICTOR MARTINS - AGÊNCIA ESTADO


O senador Aécio Neves (MG), presidente nacional do PSDB, disse, em nota, que o partido acompanha com preocupação o agravamento do quadro político no País. O comunicado foi divulgado na manhã deste sábado (18).

“Continuaremos atentos ao nosso papel de defender as nossas instituições para que elas cumpram suas funções constitucionais. Todas as denúncias têm que ser investigadas, respeitado o amplo direito de defesa”, disse no comunicado.

A manifestação do partido ocorreu 24 horas depois de o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), ter rompido com o governo em função das investigações da operação Lava-Jato. Um dos delatores, Júlio Camargo, disse que o deputado recebeu US$ 5 milhões em propina. Cunha, agora, promete retaliar o governo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário