Único hospital federal em São Paulo é socorrido pelo Governo do Estado para não suspender atendimentos


Estado anuncia repasse de R$ 3 mi para socorrer o Hospital São Paulo

Felipe Souza - Folha.com

O Governo de São Paulo anunciou na tarde desta quinta-feira (18) um repasse de R$ 3 milhões para socorrer o Hospital São Paulo, da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo). O hospital decidiu suspender as internações não emergenciais por causa de uma grave crise financeira.

O secretário estadual da Saúde, Davi Uip, disse, porém, que a verba só será repassada caso o hospital se comprometa a retomar o atendimento completo. "Amanhã o hospital fará uma reunião com o conselho gestor para definir qual será a decisão deles. Mas lembro que esse hospital é federal e recebe financiamento do Ministério da Saúde. Nós ainda repassamos R$ 4,66 milhões a mais por mês", disse.

De acordo com o secretário, esse valor é suficiente para comprar medicamentos e insumos até que o hospital se recupere da crise e faça um ajuste nas contas."Nós não temos competência para avaliar se a gestão foi ruim. Nós temos conversado regularmente, mas não tivemos diálogos sobre fechamento. Nós temos dez hospitais prontos para receber cirurgias dessa unidade, mas eu tenho expectativa de que não será necessário", disse Uip.

Além da crise, o hospital está superlotado e ainda enfrenta uma greve. Segundo a administração do local, são atendidas cerca de 900 pacientes por dia no setor de urgência e emergência. A Unifesp diz que deveriam ser, no máximo, 300 pacientes diários.

Marco Ambrosio/Folhapress 
Na entrada do pronto-socorro, hospital informa que suspendeu internações não-emergenciais





Nenhum comentário:

Postar um comentário