Governador Geraldo Alckmin inaugura Trecho Leste do Rodoanel


Governador Geraldo Alckmin participou da entrega dos últimos 5,5 quilômetros do Trecho Leste, que fazem a ligação das rodovias Ayrton Senna e Dutra, facilitando a conexão entre o Porto de Santos e o Aeroporto Internacional de SP


Os 5,5 quilômetros da segunda etapa das obras do Trecho Leste do Rodoanel foram inaugurados nesta sexta-feira, 26, pelo governador Geraldo Alckmin. Com o término do segmento ficam concluídos os 43,5 quilômetros de pistas que fazem a interligação entre o Trecho Sul, no município de Mauá, e a Rodovia Presidente Dutra (BR-116), em Arujá.

“O Rodoanel Leste é uma obra estruturante e de logística, importante para São Paulo e para o Brasil, porque integra o maior aeroporto, o de Cumbica, ao porto de Santos. Outro ponto importante é a geração de emprego e renda: 115 novas empresas se instalaram na região”, destacou Alckmin durante a entrega.

O segmento inaugurado faz a ligação da Dutra com a Rodovia Ayrton Senna (SP-070), e irá se transformar em importante rota entre o município de Guarulhos, o segundo maior município do Estado, e a Baixada Santista, acessada através do Trecho Sul, permitindo também a ligação com os municípios do interior, pela SP-070 e pelas rodovias que podem ser acessadas através do Trecho Oeste.

Com investimento de R$ 4,5 bilhões, a obra realizada pela concessionária SPMar sob fiscalização e gerenciamento da Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) contribuirá para a redução de congestionamentos e queda de níveis de poluição na cidade de São Paulo. Além disso, facilitará o acesso a dois dos principais pontos logísticos do país: o Porto de Santos e o Aeroporto de Guarulhos.

A estimativa é de que a redução do tempo de viagem entre a Baixada Santista e Guarulhos seja de cerca de 30%, proporcionando maior ganho aos transportadores e agilidade na locomoção de cargas. As vantagens ocorrem inclusive no aspecto nacional, para os motoristas de outros pontos do Brasil que se deslocam pela região Sudeste. As pistas do Trecho Leste possibilitarão a realização da viagem entre cidades da região Sul e o Rio de Janeiro e Nordeste brasileiro sem ter de passar pelos trechos urbanos, e de tráfego intenso, da cidade de São Paulo.

Novo acesso

Com fluxo atual de cerca de 20 mil veículos diários, o Trecho Leste do Rodoanel - que deve mais do que dobrar seu movimento com o novo segmento, atingindo 48 mil veículos diários - teve o seu primeiro segmento aberto ao tráfego em julho do ano passado, quando foram entregues as pistas entre o Trecho Sul e a Ayrton Senna.

A importância logística pode ser confirmada pela reivindicação dos municípios para a instalação de uma interligação da rodovia com a Estrada dos Fernandes, obra autorizada pelo governador Geraldo Alckmin em maio deste ano. A construção tem previsão de início no segundo semestre, com investimento de R$ 160 milhões e conclusão prevista para 18 meses, beneficiando diretamente os municípios de Suzano, Ribeirão Pires, Mauá, Poá, Ferraz de Vasconcelos e Itaquaquecetuba. “Essa obra na Estrada dos Fernandes vai abrir uma grande possibilidade de distrito industrial, de empresas, de emprego e oportunidades de trabalho”, ressaltou o governador.

Além dos acessos às rodovias Ayrton Senna (SP-070) e Presidente Dutra (BR-116) e ao Trecho Sul do Rodoanel, o Trecho Leste dá acesso ao município de Mauá através da Avenida Papa João XXIII. Além disso, as pistas recebem veículos vindos da SP-066, através de duas alças que foram inauguradas também no ano passado. O fluxo de veículos, nesse caso, é apenas de entrada, não havendo pistas para a saída do veículo do Rodoanel para a SP-066.

Como nos demais segmentos do Rodoanel, haverá cobrança de pedágio pela utilização das pistas somente no momento em que o veículo sair do Trecho. Haverá, também, acesso ao Trecho Norte, cuja inauguração está prevista para 2017, e que finalizará a construção do Rodoanel, amplificando os benefícios da maior obra viária do país.

Operação do novo segmento

As pistas inauguradas serão liberadas ao tráfego de veículos à zero hora deste sábado, dia 27 de junho. Os usuários contarão com 120 equipamentos instalados em todo o Trecho Leste do Rodoanel. São câmeras de monitoramento, telefones de emergência e painéis de mensagens variáveis, entre outros, além de nove viaturas operacionais da concessionária para realizar diversos atendimentos aos motoristas e passageiros.

Números da obra

- 51 mil toneladas de aço, equivalente a oito torres Eiffel

- 527 mil metros cúbicos de concreto, equivalente a um aeroporto de Cumbica

- 110 quilômetros de barreiras de proteção, equivalente à extensão das marginais Pinheiros e Tietê, ida e volta

- 19 milhões de metros cúbicos de terra movimentados, equivalente a cinco estádios do Maracanã cheios de terra

- 1,2 milhão de metros quadrados pavimentados, equivalente a 20 avenidas Paulista nos dois sentidos

- 13,9 quilômetros de pontes e viadutos, equivalente à extensão da ponte Rio-Niterói

- 1,6 milhão de metros cúbicos de pedra brita, equivalente a 490 piscinas olímpicas cheias

- 12,6 mil empregos gerados durante a obra

Nenhum comentário:

Postar um comentário