PF volta a prender ex-diretor da Petrobras Renato Duque


Folha.com


A Polícia Federal voltou a prender na manhã desta segunda-feira o ex-diretor de Engenharia e Serviços Renato de Souza Duque, segundo o "Bom Dia Brasil", da TV Globo. A prisão preventiva ocorre na 10ª etapa da Operação Lava Jato.

Além de Duque, também foi preso o empresário Adir Assad, investigado por suspeita de manter empresas laranjas e usá-las para lavar dinheiro, movimentaram pelo menos R$ 880 milhões num esquema ligado ao da construtora Delta.

A PF também cumpre mandados de busca e apreensão em São Paulo e outros de prisão temporária.

Em depoimento dado em acordo de delação premida, o ex-gerente de Engenharia da Petrobras Pedro José Barusco Filho disse ter pago quinzenalmente R$ 50 mil provenientes de propina a Duque.

A etapa anterior da Lava Jato, deflagrada em fevereiro, foi batizada de 'My Way', apelido dado a Duque.

Duque já havia sido preso em novembro passado, mas foi solto pelo ministro Teori Zavascki em 3 de dezembro, após passar 19 dias na prisão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário